Disputa por incentivos no Nordeste ameaça Rota 2030

  • Por Jovem Pan
  • 18/10/2018 07h41
Marcos Oliveira/Agência SenadoO senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) falou em fechamento de fábrica no seu Estado

O novo regime automotivo brasileiro, Rota 2030, está ameaçado. Primeiro, depende da aprovação pelo Congresso até 16 de novembro ou a medida provisória perderá a validade. Também uma disputa por incentivos no Nordeste, entre montadoras instaladas na Bahia e Pernambuco paralisa as discussões.

Em período de eleições, a comissão mista adiou a análise do relatório sobre o programa. O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) falou em fechamento de fábrica no seu Estado.

Fiat Chrysler e Ford reivindicam a manutenção das regras até 2020, mas duas emendas alteram o modelo. O deputado petista, Afonso Florence descartou mudanças.

O Rota 2030 concede R$ 1,5 bilhão em incentivos em pesquisa e desenvolvimento, num aporte mínimo da indústria de R$ 5 bilhões por ano.

*Informações do repórter Marcelo Mattos