Dois nigerianos são assassinados no centro de SP; Polícia investiga possível ligação

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2018 05h55
Reprodução/Google MapsO mais recente ocorreu pouco antes das nove horas da noite na esquina das Ruas Aurora e Guaianazes, em Santa Ifigênia

Dois nigerianos foram mortos em situações distintas nesta quarta-feira (22), no centro de São Paulo, e a Polícia investiga possível ligação entre os crimes.

O mais recente ocorreu pouco antes das nove horas da noite na esquina das Ruas Aurora e Guaianazes, em Santa Ifigênia. A vítima foi baleada por um dos ocupantes de um Chevrolet Kadett verde.

O africano foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado à Santa Casa de Misericórdia, na Vila Buarque, onde morreu por volta das três horas da madrugada desta quinta-feira (23).

Mais cedo, por volta das 15h15, James Elochukwu, de 47 anos, foi esfaqueado e morto no quarto andar da Galeria Presidente, localizada na Rua 24 de Maio.

Segundo a Polícia Militar, o nigeriano teria ido até uma loja, onde discutiu com o proprietário do comércio, que o agrediu a facadas.

O Corpo de Bombeiro foi acionado, mas o estrangeiro, atingido no tórax, morreu no local. 
O assassino conseguiu fugir e ainda não foi localizado.

No local, conhecido como Galeria do Reggae, estão instalados vários salões e espaços de beleza de origem afro, além de uma casa de câmbio bastante utilizada por africanos.

Os homicídios serão investigados pelo DHPP, o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore