Dona do navio encalhado no Maranhão espera retirar óleo nas próximas semanas 

  • Por Jovem Pan
  • 03/03/2020 06h46 - Atualizado em 03/03/2020 09h21
ReproduçãoNo dia 24 de fevereiro, o navio Stellar Banner, carregado com 250 mil toneladas de minério de ferro da Vale saiu de São Luís, rumo à China

A empresa dona do navio que encalhou na costa do Maranhão informou nesta segunda-feira (2) que os resíduos de óleo encontrados ao redor da embarcação já se dispersaram.

Em nota, a Polaris Shipping comunicou ainda que as barreiras de contenção instaladas de forma preventiva ao redor do Stellar Banner serão removidas. A equipe antipoluição, no entanto, permanece no local, a cerca de 100 quilômetros de São Luis.

Ainda de acordo com a Polaris, uma barcaça será encaminhada ao local do acidente para ajudar na retirada de quase 3,5 mil toneladas de óleo combustível e 140 toneladas de óleo diesel.

Segundo a empresa, o plano detalhado foi enviado para revisão da Marinha e do Ibama e a operação deve acontecer nas próximas semanas. A Polaris ressaltou que o peso da embarcação está “bem distribuído no banco de areia, sem pontos específicos de estresse no casco” que passa por constante avaliação.

No dia 24 de fevereiro, o navio Stellar Banner, carregado com 250 mil toneladas de minério de ferro da Vale saiu de São Luís, rumo à China. Ainda não se sabe o que fez a embarcação encalhar e não há há previsão de quando a carga poderá ser retirada.

*Com informações da repórter Livia Fernanda