Donald Trump abre guerra contra a legalização da maconha nos Estados Unidos

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2018 07h56
Maj. Will Cox/Georgia Army National GuardO anúncio de Trump coincide com os primeiros dias da legalização da maconha para uso recreativo na Califórnia

Governo de Donald Trump muda orientação dada à Justiça dos Estados Unidos em casos relacionados à maconha, ameaçando a atuação de empresários que tentam lucrar com a legalização da droga em algumas regiões do país.

Em nova diretriz, o presidente norte-americano seguiu entendimento do secretário de Justiça, Jeff Sessions e pediu para que juízes federais sejam mais rigorosos ao aplicarem leis que tratem o consumo, a venda e o cultivo da erva.

A decisão se junta a uma série de outras medidas do republicano que vão de encontro às ações do antecessor democrata Barack Obama, que durante os anos em que esteve na Casa Branca orientou os tribunais federais a não processarem Estados que legalizassem a maconha, para reduzir o conflito entre juízes regionais e a lei nacional.

A doutora Maristela Basso, professora de Direito Internacional da Universidade de São Paulo, destacou as intenções de Donald Trump ao anunciar a orientação.

O anúncio de Trump coincide com os primeiros dias da legalização da maconha para uso recreativo na Califórnia, onde a expectativa é que os negócios movimentem cerca de 10 bilhões de dólares.

A decisão também deve aquecer a guerra judicial nos estados de Massachusetts, Nevada, Flórida, Dakota do Norte, Montana e Arkansas, onde o uso da erva é permitido, mas com restrições específicas.

Confira a reportagem completa de Matheus Meirelles: