Doria garante mais qualidade no asfalto da capital com fiscalização e garantia estendida

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2017 06h54 - Atualizado em 17/11/2017 11h31
Carolina Ercolin/Jovem PanPara se ter uma ideia, segundo a Prefeitura, antes não havia esse controle de qualidade e a garantia do material, que era de quatro, passa a ser de oito anos

Asfaltamento: uma das maiores críticas dos paulistanos está nessa questão.

A qualidade das vias da capital é bastante crítica e sua recuperação foi uma das bandeiras de campanha do prefeito João Doria.

As ações efetivas demoraram a chegar, mas o programa Asfalto Novo, enfim começa. E a Zona Leste, mais precisamente a Avenida Marechal Tito recebe o primeiro trecho de recapeamento do programa, que usa recursos de multas para seu financiamento.

Dessa vez, segundo o prefeito João Doria, a preocupação é com a qualidade do asfalto.

Para se ter uma ideia, segundo a Prefeitura, antes não havia esse controle de qualidade e a garantia do material, que era de quatro, passa a ser de oito anos.

A primeira fase começou agora em novembro e segue até o final de janeiro, como informou o prefeito: “ao longo destes meses estaremos asfaltando o equivalente a 400 quilômetros de vias públicas em São Paulo”.

Segundo o secretário das prefeituras regionais, Claudio Carvalho, a previsão é que o recapeamento de todos os trechos seja finalizado em fevereiro do próximo ano.

Ao todo, segundo o secretário, o investimento passa dos R$ 350 milhões entre verba das multas e dos cofres municipais: “e essa ação vai se espalhar nas cinco regiões da cidade”.

A Prefeitura de São Paulo diz que foram priorizadas, entre as principais vias das 32 Prefeituras Regionais, as que estavam com o asfalto mais deteriorado.

*Informações do repórter Fernando Martins