Doria rebate Bolsonaro: ‘Nunca precisei mamar em teta nenhuma’

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2019 09h12 - Atualizado em 30/08/2019 10h09
Marcos Corrêa/PRPresidente disse que Doria mamou "nas tetas" de Lula e Dilma

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), rebateu, nesta sexta-feira (30), a provocação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) feita na noite de ontem (29). Em uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, Bolsonaro falou sobre o jatinho da Embraer comprado por Doria, com financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no período de 2009 a 2014.

O presidente chamou o governador de “vermelho” e disse que ele “mamou nas tetas do governo Lula e Dilma”, que estavam no poder na data do financiamento.

“Eu tenho posições bem distintas. Aliás, todos sabem disso. Eu nunca precisei mamar em teta nenhuma, diga-se de passagem”, rebateu Doria.”Eu não devolvo a ofensa e nem vou entrar dentro dessa linha de confronto. Presidente Bolsonaro, eu não vou entrar dentro dessa polêmica”, continuou.

Em seguida, o governador se explicou. “Eu já respondi, de maneira serena e equilibrada, que o financiamento do avião que nós compramos foi feito juntamente com outros 135 financiamentos de aviões executivos para empresas brasileiras e internacionais. É assim no mundo. Os competidores da Embraer também financiam os aviões executivos, como faz a Bombardier nos Estados Unidos, e a Embraer não foi diferente. Essa informação já era pública, que nós tínhamos comprado um avião, e assim como o próprio caso do Luciano Huck, então não trás nenhuma novidade”, finalizou.

*Com informações do repórter Alex Ruffo