Doria: Sentimento no Congresso é de aprovação da reforma da Previdência até julho

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2019 09h14
Bruno Rocha/Estadão ConteúdoDe acordo com o governador, “a conversa com Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia teve sentimento de que é possível ter aprovação da reforma até julho”

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (05), em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, que realizou conversa com os presidentes da Câmara e Senado nesta quinta (04) sobre a reforma da Previdência.

De acordo com o governador, “a conversa com Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia teve sentimento de que é possível ter aprovação da reforma até julho”.
“‘Não vai ser fácil’, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Mas ele está confiante”, afirmou o tucano à Jovem Pan antes da abertura do 18º Fórum Empresarial Lide, que ocorre em Campos do Jordão até o dia 07 de abril.

O governador destacou ainda o conflito entre oposição e o ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara nesta semana. Doria confirmou que empresários presentes no fórum devem fazer um desagravo em favor do ministro do Governo.

“Nada mais justo, não foi apenas um embate democrático, foi ofensiva a participação de deputados. Isso não é fazer democracia. Ofender, xingar, fazer gestos obscenos. Isso só existe na função praticada por alguns partidos de esquerda. Já disse que, no caso de São Paulo, a cada gesto feito em Brasília desta ordem contra Paulo Guedes aqui em São Paulo vamos reagir. E vamos reagir em dobro. Vamos reagir trabalhando lutando e não reagindo a xingamentos”, avisou.

O Grupo de Líderes Empresarias (Lide) ocorre até domingo (07) em Campos do Jordão e contará com a presença de grandes nomes da política atual como os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, senadores, deputados, governadores, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e cerca de 750 empresários.

“O grande tema é a reforma da Previdência e tudo que gira em torno dela é imprescindível ao Brasil”, ressaltou Doria.

Confira a entrevista completa com o governador de SP, João Doria: