Eduardo Paes apresenta 93 metas e perspectiva de investimento de R$ 14 bilhões para o Rio

Entre as propostas, estão reduzir a taxa de desemprego na cidade de 14,7% para 8% e ampliar o programa Saúde da Família

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2021 10h46 - Atualizado em 16/07/2021 17h33
ANDRE MELO ANDRADE/IMMAGINI/ESTADÃO CONTEÚDO - 22/01/2021Paes prevê também, ao longo dos próximos anos, investimentos na cidade do Rio de Janeiro na ordem de R$ 14 bilhões

Quase 100 metas e a perspectiva de investimento de R$ 14 bilhões. Esse é o novo plano estratégico na cidade do Rio de Janeiro divulgado nesta quinta-feira, 15, pelo prefeito Eduardo Paes. Ao todo, foram estabelecidas 93 metas para serem cumpridas até o fim do mandato. Paes prevê também, ao longo dos próximos anos, investimentos na cidade do Rio de Janeiro na ordem de R$ 14 bilhões, uma tentativa de promover uma espécie de reviravolta na cidade. O próprio prefeito fala desse ousado plano estratégico para o município para os próximos nos. “É possível, sim, consertar a casa, arrumar a casa, fazer os investimentos, prestar os serviços de maneira adequada. E com modelo econômico que já temos. Criamos uma cultura de estar sempre cobrando da população, os governo estarem sempre cobrando, justificando sua incompetência e incapacidade da entrega de serviços a partir de baixa arrecadação e excesso de despesa.” Entre as 93 metas traçadas pelo governo Eduardo Paes, algumas chamam bastante a atenção — e ficamos todos na torcida de que sejam alcançadas. É o exemplo da redução da taxa de desemprego na cidade de 14,7% para 8%. E, ainda, ampliar o programa Saúde da Família para 70% da população carioca que tem mais de seis milhões de habitantes. Uma outra meta é promover um programa de reflorestamento na cidade.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga