Efeitos do acordo feito pelo Governo com caminhoneiros são um problema sério, diz presidente da CNI

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2018 07h29
Marcelo Camargo/Agência Brasil"Governo como teve que fazer concessões teve que retirar recursos daquilo que a indústria contava, por exemplo”, disse Robson Braga

Em entrevista a Denise Campos de Toledo, o presidente da CNI afirmou que os efeitos do acordo feito pelo Governo para que os caminhoneiros encerrassem a greve que durou 10 dias são um problema “seríssimo”.

Da mesma forma que aumento de combustível em poucos dias era imprevisibilidade aos caminhoneiros, o preço do frete é imprevisibilidade para quem usa o transporte rodoviário no País. Governo como teve que fazer concessões teve que retirar recursos daquilo que a indústria contava, por exemplo”, disse Robson Braga.

Sobre o crescimento previsto para a economia neste ano, Braga disse que há muito otimismo no mercado financeiro e o ambiente não colabora.

Acho muito otimismo. Tivemos greve dos caminhoneiros, o ambiente não está bom, dificulta investimentos, a expectativa e otimismo de empresários começa a cair um pouco também. Mesmo com mudanças positivas como foi com a melhoria das relações trabalhistas, projeto da reforma do ensino médio, não estão trazendo o resultado esperado de crescimento da economia e acredito que esse ano não vamos ter”.

Sobre a influência das eleições neste ano no crescimento da indústria, o presidente da CNI afirmou que ocorrerá, em 4 de julho, um encontro com candidatos à Presidência. “Não é debate, mas oportunidade de ouvir cada um e estamos entregando mapa estratégico da indústria com mais de 60 temas estudados pela indústria”, finalizou.

Confira a entrevista completa: