Egípcio deve ter nome retirado de lista de suspeitos de terrorismo

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2019 07h28 - Atualizado em 20/08/2019 10h42
Divulgação/Polícia FederalMohamed prestou depoimento no Ministério Público Federal, em São Paulo, nesta segunda-feira (19)

O egípcio Mohamed Ahmed Ibrahim deve ter o nome retirado da lista de procurados do FBI até o fim da semana, de acordo com o advogado Ronaldo Vaz. Segundo ele, não há justificativa para a permanência do cliente entre os suspeitos procurados, já que ele colabora com as investigações.

Mohamed prestou depoimento no Ministério Público Federal, em São Paulo, nesta segunda-feira (19). Além dos procuradores, agentes do FBI e da CIA, a agência de inteligência americana, também fizeram perguntas a Mohamed Ahmed Ibrahim.

De acordo com o advogado Ronaldo Vaz, os investigadores queriam saber se egípcio conhecia ou teria ligações com integrantes de organizações terroristas, mesmo sem provas. Segundo ele, os agentes norte-americanos se comprometeram a analisar o pedido de retirada do nome de Mohamed da lista de suspeitos.

A mulher de Mohamed Ahmed, que é brasileira e está grávida, também prestou depoimento e contou aos investigadores detalhes da rotina com o egípcio no Brasil.

Mohamed mora legalmente no país desde o ano passado e se apresentou espontaneamente à Polícia Federal na semana passada, após o FBI apresentar suspeitas dele integrar a organização terrorista Al-Qaeda.

*Com informações da repórter Victoria Abel