Eleições e clima de campanha paralisam votações no Congresso

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2018 06h36
Beto Barata/Agência SenadoA espera é pela definição partidária, pela janela da infidelidade. Os deputados podem trocar de partidos sem risco de perder seus mandatos

O Congresso entra em clima de política, e as votações ficarão mais raras a partir de agora. Para se ter uma ideia, o ano ainda não começou para as comissões permanentes. É que os integrantes ainda não foram indicados pelos partidos. Em consequência disso, as mesas diretoras não foram eleitas.

A espera é pela definição partidária, pela janela da infidelidade. Os deputados podem trocar de partidos sem risco de perder seus mandatos.

A tentativa de votação nesta semana é do projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública. A pauta continua centrada na Câmara e Senado para temas ligados à violência.

Líderes partidários vão discutir paradas durante as atividades neste ano para encarar a reeleição.

As estratégias dos partidos estão sendo definidas e líderes estão com foco total na eleição de deputados e senadores, e aí, a manutenção da força política no Congresso.

*Informações do repórter José Maria Trindade