Eleitores do RJ renovam mais da metade dos deputados da Alerj

  • Por Jovem Pan
  • 09/10/2018 06h12 - Atualizado em 09/10/2018 10h46
LG Soares/AlerjApenas 34 deputados de um total de 70 conseguiram se reeleger. Mais de 50% são novatos na Casa

O desejo de renovação política e o fenômeno do “bolsonarismo” são marcas de uma nova composição da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro a partir do ano de 2019.

Apenas 34 deputados de um total de 70 conseguiram se reeleger. Mais de 50% são novatos na Casa.

Além disso, o fenômeno Bolsonaro puxou muitos parlamentares para a Alerj. O PSL, que era nanico, com apenas duas cadeiras, passará a ter 13 deputados, a maior bancada da Casa. Logo atrás vem o Democratas, com seis vagas; o MDB e PSOL terão cinco cadeiras cada um.

O MDB vem muito desgastado no RJ por conta dos escândalos desbaratados por diversas operações da Lava Jato no Estado.

Outro detalhe importante: A Alerj terá maior presença feminina no ano que vem. O número de deputadas subiu de oito para 11, com destaque para três ex-assessoras parlamentares da vereadora assassinada Marielle Franco.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Rodrigo Viga