Eletrobras deve recorrer contra proibição da venda de suas distribuidoras

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2018 07h26
Agência Brasil prédio da eletrobras A decisão foi tomada pela Justiça do Trabalho da Primeira Região, do Rio de Janeiro

A Eletrobras vai recorrer nesta quarta-feira (06) da decisão que inviabiliza, no curto prazo, a privatização de suas seis distribuidoras.

A decisão foi tomada pela Justiça do Trabalho da Primeira Região, do Rio de Janeiro. A juíza responsável pelo caso atendeu pedido feito pelo sindicato dos trabalhadores. Estes são contra a privatização das distribuidoras, já que ela representaria a demissão de funcionários.

Segundo a juíza, a Eletrobras tem de elaborar um estudo mais preciso sobre o impacto da venda sobre o quadro de funcionários.

A expectativa é de que seis mil pessoas sejam demitidas caso todas as seis distribuidoras sejam vendidas. Elas foram incorporadas no passado e só deram prejuízo. São empresas no Norte e Nordeste, com pouco investimento, palco de emprego e com péssimo serviço prestado a moradores das duas regiões.

A expectativa da Eletrobras é conseguir cassar a decisão e viabilizar, num curto prazo, a venda das distribuidoras. Em princípio, o leilão estava programado para ser realizado em julho, mas não há data certa para tal.

*Informações do repórter Rodrigo Viga