Eletrobras e Petrobras preparam planos de investimentos para quinquênio 2022-2026

Eles devem ser divulgados no fim de 2021 e a expectativa é de que sejam mais intensos e robustos

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2021 13h00
Agência Petrobras/Geraldo FalcãoA Petrobrás, por exemplo, destacou os últimos anos para redução de custos e também recuperar e reparar perdas causadas por desvios no governo PT

Duas das principais estatais brasileiras, a Petrobras e a Eletrobras, já estão discutindo seus novos planos de negócios que vão vigorar para o quinquênio 2022-2026. Eles devem divulgados no último trimestre de 2021, no fim deste ano. A expectativa é de que sejam mais intensos e robustos. A Petrobrás, por exemplo, destacou os últimos anos para redução de custos e também recuperar e reparar perdas causadas por desvios no governo do Partido dos Trabalhadores — vem promovendo um plano de desinvestimento, de venda de ativos. Neste ano, vendeu a parcela remanescente na BR Distribuidora em um negócio de mais de R$ 11 bilhões. Imagina-se que já dá para pensar em investir mais.

O atual plano é de US$ 55 bilhões. O novo, que será divulgado até o fim do ano, já está sendo feito de forma segmentada por áreas dentro da Petrobras. Depois, será avaliado pela diretoria e levado ao conselho de forma consolidada para ser divulgado. A área do pré-sal, que representa mais de 70% da produção de óleo da Petrobras, vai novamente ganhar uma atenção especial. Já a Eletrobras quer divulgar, entre novembro e dezembro, seu novo plano em meio ao processo de transição para capitalização — 2022 vai ser um ano de transição. A expectativa é que ela possa investir mais, porque nos últimos dois anos foram parcos R$ 6 bilhões.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga