Em ano “curto”, reforma da Previdência deve concentrar atenções na Alesp

  • Por Jovem Pan
  • 25/01/2020 10h49
AlespO recesso parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo termina no dia 3 de fevereiro.

Com a aproximação do término do recesso parlamentar, os deputados estaduais se prepararam para a volta dos trabalhos na Assembleia Legislativa de São Paulo. Entre os principais temas em pauta neste ano está a Reforma da Previdência. Considerada prioritária pela gestão João Doria, a proposta teve a tramitação suspensa pela justiça após pedido da oposição.

O deputado Paulo Fiorilo, do PT, ressalta a importância da discussão sobre as regras de aposentadoria. “A Reforma da Previdência voltará para a pauta. O PT conseguiu impedir que, de forma açodada, a Assembléia aprovasse um projeto que prejudica os trabalhadores do Estado. Ele agora volta a tramitar na Comissão de Constituição e Justiça, na Comissão de Finanças e nós vamos retomar o debate”.

O governo ainda aguarda uma decisão final do judiciário, mas espera concluir a votação da Previdência paulista ainda no primeiro semestre. Para o deputado Sérgio Victor, do NOVO, o combate à corrupção também deve estar no centro dos debates. Victor é um dos criadores da Frente Parlamentar pelo Fortalecimento da Transparência Pública, que tem como objetivo discutir e implementar medidas que fortaleçam.

“A gente já lançou o www.transparenciadolegislativo.com.br, onde todos os deputados estaduais de São Paulo, que toparam participar, deixam à disposição seus gastos com equipe, salários, fornecedores, para que todos consigam ver como está sendo utilizado o dinheiro do pagador de impostos, e agora estamos nos aproximando dos conselhos de transparência.”

O deputado Arthur do Val (DEM-SP) lembrou que 2020 é um ano eleitoral e que, por isso, as atividades na assembleia podem ser reduzidas. Mais conhecido como Mamãe Falei, o parlamentar é alvo de representações no Conselho de Ética da Casa e pode ser cassado por se envolver em brigas e até ofender os colegas. Arthur do Val, no entanto, promete continuar combatendo privilégios.

“Meu trabalho vai ser continuar sendo bastante combativo, principalmente em relação a privilégios. Vou continuar dando luz a tudo aquilo que eu acho errado, e provavelmente vou irritar muita gente, como já tenho feito.”

O recesso parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo termina no dia 3 de fevereiro.

* Com informações da repórter Beatriz Manfredini.