Em elogio a Toffoli, Bolsonaro diz que é bom ter a Justiça ao seu lado

  • Por Jovem Pan
  • 31/05/2019 06h38
Fernando Frazão/Agência BrasilBolsoanaro afirmou que o governo e o Congresso juntos são muito fortes

O governo pretende transformar o Coaf,  o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, em uma Agência Nacional de Investigação. Diante da decisão do Congresso de transferir o Coaf do ministério da Justiça, para o ministério da Economia, a ideia, que não é nova, tem ganhado força.

O ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ressalta no entanto, que o presidente não pensa em insistir na permanência do conselho com o ministro Sérgio Moro. Lorenzoni admite que são raros os países em que órgãos deste tipo de controle ficam próximos da PF e disse que o país precisa investir mais no cruzamento de dados e investigações de movimentações financeiras.

“O que nós pretendemos é fazer o Coaf caminhar para se transformar numa agência, se estará localizada aqui ou acolá, não é algo decisivo. Tanto o Guedes como o Moro reforçaram a estrutura do Coaf”, disse.

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou nesta quinta (30) durante a live semanal nas redes sociais a importância da aprovação da reforma da Previdência e explicou que essa semana fez um apelo aos senadores para que eles não insistissem na manutenção do Coaf no ministério da Justiça para evitar que toda a medida provisória perdesse a validade. Segundo o presidente não houve derrotados nessa questão.

“O Coaf continua com o governo, ou alguém acha que o Paulo Guedes, se precisar de dados, não vai fornecer? Vai fornecer sem problema nenhum. Eu pedi a todos pessoalmente pra que passasse a MP como chegou”, disse Bolsonaro.

Como parte da estratégia do governo de garantir uma maior aproximação com o Congresso Nacional, ontem o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com deputadas e senadoras ano Palácio do Planalto. O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli também foi convidado.

Bem humorado, Bolsoanaro afirmou que o governo e o Congresso juntos são muito fortes, mas que é bom também ter a Justiça ao lado do que é certo e razoável. Diante das críticas ao ministro Dias Toffoli, pelo apoio ao pacto entre os 3 poderes, o presidente da República aproveitou para defender a iniciativa.

“O café podia tá um pouco amargo na segunda-feira ao lado do Alcolumbre e Maia, mas as boas ideias, o entendimento para bem conduzirmos o destino da nação falou muito mais alto naquele momento”.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin