Em encontro de transição, Moro afirma que Jungmann será conselheiro informal e elogia gestão do ministro

  • Por Jovem Pan
  • 08/11/2018 06h52 - Atualizado em 08/11/2018 08h42
Fátima Meira/Estadão ConteúdoJá o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, se mostrou otimista com o processo de transição

Futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, se encontrou nesta quarta-feira (07) com o atual ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

O compromisso, que durou cerca de três horas, marca o início do processo de transição no setor.

Em declaração à imprensa, o juiz Sérgio Moro afirmou que sabe reconhecer o mérito de gestões anteriores. Ele disse que o comando de Raul Jungmann à frente do Ministério da Segurança Pública foi importante principalmente para a reestruturação financeira da área.

Moro também espera ter Raul Jungmann como um conselheiro informal.

Já o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, se mostrou otimista com o processo de transição.

O Ministério da Segurança Pública foi criado no Governo Temer em março deste ano. Agora, o presidente eleito Jair Bolsonaro sinalizou que vai unificar o Ministério da Justiça, o da Segurança Pública e também a Controladoria Geral da União. Esse superministério, como está sendo chamado, será liderado pelo juiz Sérgio Moro.

*Informações do repórter Afonso Marangoni