Em evento no RJ, Joaquim Levy defende preocupação do País com mudanças climáticas

  • Por Jovem Pan
  • 13/12/2018 09h17
Antonio Cruz/Agência BrasilEle não chegou a fazer uma crítica aberta ao futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, mas emitiu sua opinião sobre a questão

O futuro presidente do BNDES disse que o Brasil precisa se preocupar com as mudanças climáticas. Joaquim Levy participou nesta quarta-feira (12) de evento na sede do banco no Rio de Janeiro.

Ele não chegou a fazer uma crítica aberta ao futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, mas emitiu sua opinião sobre a questão. O futuro ministro chegou a afirmar que mudança climática é dogma científico influenciado pela cultura marxista e que pretende atrapalhar o Ocidente e trazer vantagens à China.

Nesta quarta, Levy, que é egresso do Banco Mundial, disse que há estudos que mostram os efeitos das mudanças climáticas na distribuição de renda e desenvolvimento da economia.

O futuro presidente do BNDES lembrou ainda que economia brasileira tem como um de seus principais motores o agronegócio.

Levy afirmou também que como presidente do banco tentará ajudar na geração de empregos e fomento ao investimento no País.

*Informações do repórter Rodrigo Viga