Em live, Bolsonaro diz esperar aprovação de MP da reforma administrativa sem alterações

O presidente realizou a transmissão antes de retornar ao Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2019 07h02
Reprodução/FacebookJair Bolsonaro estava acompanhado do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do presidente da Caixa, Pedro Guimarães

O presidente Jair Bolsonaro disse esperar que o Congresso aprove sem alterações a medida provisória que trata da reestruturação do Governo. Bolsonaro defendeu, por exemplo, que o Coaf fique no Ministério da Justiça e Segurança Pública, mas afirmou que vai respeitar eventuais alterações dos parlamentares.

Na transmissão nas redes sociais, o presidente comentou sobre a viagem que fez aos Estados Unidos, dizendo que foi muito bem recebido em Dallas, no Texas. Ele voltou a explicar porque decidiu não receber em Nova York o prêmio de personalidade do ano, concedido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Sobre as manifestações da última quarta-feira (15) contra o contingenciamento de recursos do Ministério da Educação, Bolsonaro disse que os atos foram promovidos por grupos de esquerda.

O presidente comentou ainda o pedido de prisão do petista José Dirceu.

Jair Bolsonaro estava acompanhado do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Na transmissão, feita pouco antes do retorno ao Brasil, Bolsonaro disse que não houve nenhum acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para indicá-lo ao STF. Mas destacou que, se houvesse uma vaga no Supremo hoje, indicaria Moro, pelo perfil dele.

Bolsonaro também disse que a reforma da Previdência é a “oportunidade de ouro” para sinalizar aos investidores externos e internos que o Governo busca responsabilidade nas despesas.

*Informações do repórter Afonso Marangoni