Em primeira agenda como candidato, Haddad evita comentar papel de Lula em caso de vitória

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2018 07h16 - Atualizado em 13/09/2018 08h08
Daniel Teixeira/Estadão ConteúdoMas Haddad admitiu que o partido tem o petista como principal “liderança e inspiração”

Nesta quarta-feira (12), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad fez a primeira agenda de campanha como candidato do PT à Presidência da República. Ele participou de um encontro com estudantes do ProUni e cotistas no centro da capital paulista.

A vice na chapa, Manuela D’Ávila também participou. O candidato evitou comentar qual seria o papel do ex-presidente Lula, se eleito. Mas admitiu que o partido tem o petista como principal “liderança e inspiração”.

De acordo com Haddad, o plano de governo, protocolado junto ao Tribunal Superior Eleitoral, servirá como uma “bíblia”.

O petista se recusou a comentar as críticas recebidas, nos últimos dias, de alguns presidenciáveis.

Nesta quinta-feira (13), ele cumpre agenda na região metropolitana de São Paulo. Pela manhã, Haddad participa de uma caminhada no calçadão de Carapicuíba e depois segue para Osasco.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações da repórter Natacha Mazzaro