Em represália, criminosos queimam ônibus na zona sul de SP

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2017 06h04 - Atualizado em 01/08/2017 11h18
Os criminosos aproveitaram quando o motorista parou em um ponto daquela avenida para o embarque e desembarque e invadiram o veículo

Bandidos queimam mais um ônibus na região de Cidade Ademar, na Zona Sul de São Paulo. O ataque ocorreu pouco antes da meia-noite desta segunda-feira (31) na altura do número 1400 da Avenida Ângelo Cristianini, na Cidade Júlia.

Segundo a SPTrans, o coletivo da Viação Tupi fazia a linha 5791/10 e havia deixado a estação Vergueiro, do Metrô, com destino ao bairro Eldorado, na divisa com o município de Diadema.

Os criminosos aproveitaram quando o motorista parou em um ponto daquela avenida para o embarque e desembarque e invadiram o veículo. Os dois funcionários da empresa e todos os passageiros foram obrigados a descer e assistir ao momento em que os vândalos despejaram combustível, trazido em garrafas pet, e atearam fogo no carro.

Assim que as chamas começaram a consumir tudo, os bandidos fugiram em direção a uma favela.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas, mas, quando elas chegaram ao local, o ônibus estava atravessado na avenida, já totalmente destruído. Policiais militares também foram chamados e fizeram buscas na região, mas nenhum suspeito foi preso. Ninguém ficou ferido.

A ação teria sido uma represália contra a morte de um suspeito durante uma tentativa de assalto a um policial militar à paisana em Diadema.

O caso foi registrado no 98º Distrito Policial, do Jardim Miriam, que fica naquela via, a menos de um quilômetro do local do atentado.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore