Em SP, Ciro e Meirelles falam sobre pretensões para controlar o câmbio

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2018 07h01
Reprodução/Twitter @cirogomesCiro Gomes reconheceu que a taxa de câmbio nos níveis atuais é prejudicial para as importações, mas ela estimula saldo positivo na balança comercial

O candidato Ciro Gomes sinalizou que pode trabalhar com taxa de câmbio próxima aos níveis atuais e disse que não vai mexer nos juros para alterar preços atrelados ao dólar. O nome do PDT à Presidência deu a declaração no fim da manhã desta quarta-feira (05) pouco antes de se reunir com economistas num comitê de campanha em São Paulo.

O pedetista disse que, sob seu governo, o Banco Central terá como objetivo perseguir a menor inflação e o pleno emprego. Ciro Gomes reconheceu que a taxa de câmbio nos níveis atuais é prejudicial para as importações, mas ela estimula saldo positivo na balança comercial.

No período da tarde, Ciro Gomes foi a Minas Gerais, onde se encontrou com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.

Nesta quinta-feira (06), o candidato do PDT faz um giro pelo Nordeste indo a Aracaju, Caruaru, Natal e São Luís.

O emedebista Henrique Meirelles também esteve em São Paulo nesta quarta-feira, onde foi sabatinado em evento promovido por um jornal e uma faculdade. Questionado sobre como pretende controlar o câmbio, o candidato do MDB disse que é capaz de dar confiança aos mercados e citou experiências do passado.

Depois de participar da sabatina, Henrique Meirelles viajou a Juiz de Fora. Nesta quinta-feira, o candidato continua em Minas Gerais e vai a Governador Valadares.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Tiago Muniz