Emplacamentos de veículos crescem em setembro, diz Fenabrave

Em setembro, foram emplacados 207 mil carros comerciais leves, caminhões e ônibus

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2020 09h05
Gabriel Jabur/ Agência BrasilDe janeiro a setembro foram vendidos 1,3 milhão de veículos; um tombo de 32% contra os 2,2 milhões no mesmo período de 2019

O mercado automotivo registrou o melhor mês de vendas em setembro, mas problemas no abastecimento da cadeia afetam a produção e há falta de modelos — sobretudo caminhões, como ressalta a Fenabrave. Em setembro, foram emplacados 207 mil carros comerciais leves, caminhões e ônibus. Isso representa uma alta de 13% em comparação com o mês de agosto. Na comparação com setembro de 2019, o desempenho é 13,5% inferior.

O reflexo da pandemia é ainda mais mensurável na análise do acumulado de 2020. De janeiro a setembro foram vendidos 1,3 milhão de veículos; um tombo de 32% contra os 2,2 milhões no mesmo período do ano passado. O segmento de caminhões enfrenta dificuldades em autopeças e a produção não consegue atender a demanda em alta. As vendas de caminhões recuaram 8% sobre agosto e 20% em relação a setembro de 2019.

O mesmo ocorre com a fabricação de motos e a expansão das entregas após o coronavírus. A Associação dos Importadores de Veículos também divulgou o balanço de setembro com alta de 4,8% e 2.834 modelos vendidos, uma alta de 19% das associadas Caoa Chery, BMW e Land Rover. O presidente da entidade, João Oliveira ressalta o impacto da forte alta do dólar aos importadores. As marcas premium importadas mantém bom desempenho em 20 20, a exemplo dos anos anteriores no Brasil.

*Com informações da repórter Letícia Santini