Empregadores têm até esta quinta (20) para depositar segunda parcela do 13º salário

  • Por Jovem Pan
  • 18/12/2018 06h44
Marcello Casal Jr/Agência BrasilDesta vez, o valor do benefício é menor do que na primeira parte, porque agora são feitos os descontos do INSS e do Imposto de Renda

Empregadores de todo o país tem até esta quinta-feira, dia 20 de dezembro, para depositar a segunda parcela do 13º salário.

Desta vez, o valor do benefício é menor do que na primeira parte, porque agora são feitos os descontos do INSS e do Imposto de Renda.

As companhias que não pagam ou atrasam o repasse ficam sujeitas a multas, que aumentam de acordo com o número de funcionários que deixaram de receber.

O presidente da Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho), Guilherme Feliciano, explicou como é o cálculo do 13º: “basicamente o seu valor corresponde a 1/12 da remuneração para cada mês trabalhado naquele ano”.

Feliciano acrescentou que horas extras e adicional noturno também entram no cálculo do 13º.

Segundo o Dieese, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, 84,5 milhões de brasileiros tem direito ao benefício.

Cada um deles deve receber, em média, R$ 2.320, o que resulta na injeção de R$ 211 bilhões na economia brasileira.

O economista da Associação Comercial de São Paulo, Marcel Solimeo, disse que a segunda parcela do 13º ajuda a impulsionar as compras de última hora para o Natal: “normalmente a primeira parcela é destinada para pagar dívidas e a maior parte da segunda parcela é destinada ara compras”.

Ele ressaltou que a maior dos empregadores deposita a segunda parcela no dia 20 de dezembro e, por isso, as compras de Natal se concentram na reta final.

No Brasil, têm direito ao 13º todos os trabalhadores com carteira assinada, rurais e urbanos, inclusive empregados domésticos, e ainda, beneficiários da Previdência Social, como aposentados e pensionistas.

*Informações do repórter Vitor Brown