Empresa de e-commerce pede recuperação judicial e deixa lojistas com prejuízo milionário

  • Por Jovem Pan
  • 25/02/2020 08h48
ReproduçãoO patrocinador do Barcelona sempre se vendeu como uma plataforma segura de pagamento online -- inclusive oferecendo o próprio meio de transação

O pedido de recuperação judicial do grupo americano Gencomm vem causando danos milionários para varias empresas brasileiras do setor. Isso porque, no final do ano passado, o grupo comprou a operação da empresa japonesa de e-commerce Rakuten no Brasil.

O patrocinador do Barcelona sempre se vendeu como uma plataforma segura de pagamento online — inclusive oferecendo o próprio meio de transação, o Rakuten Pay.

Só que o não repasse desse dinheiro por parte da Gencomm quebrou as pequenas empresas brasileiras que esperavam receber. As mais parrudas, porém, sobreviveram. É o caso da Iron Studios — fabricante e revendedora de produtos colecionáveis.

O COO da Iron, Thomer Elkrief explica que a Rakuten avisou que tinha sido vendida no final do ano passado depois de oferecer uma viagem pra São Francisco para os clientes com tudo pago.

“A gente vendia para o consumidor final, ele recebia o dinheiro e repassava para gente. Só que em um determinado momento esse dinheiro parou de retornar. Tentamos entrar em contato com Gencomm, mas paramos de ter atendimento. Eles alegaram que compraram a Rakuten com inúmeros problemas e estavam se reestruturando internamente.”

O que não faz sentido nessa historia é como que a empresa americana Gencomm comprou a Rakuten e, em menos de 3 meses, anunciou falência. O COO da Iron Studios, Thomer Elkrief, diz que tudo não passou de um golpe orquestrado.

“É uma notícia muito ruim para o mercado inteiro, são mais de 20 páginas com 90 credores. São mais de 1800 empresas que foram prejudicadas. A gente não acredita em recuperação judicial que possa ser aprovada.”

Agora a Iron Studios entrou na Justiça por apropriação indébita e espera ser ressarcida — fora todos os outros danos morais.

*Com informações do repórter Victor Moraes