Empresas de transporte de carga dizem que situação no Rio se tornou insustentável

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2017 06h37 - Atualizado em 20/07/2017 11h17
Brasília- DF- Brasil- 02/04/2015- A Operação Semana Santa, feita anualmente pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), começou hoje quinta-feira (2) e vai até a próxima segunda-feira (6), em todo o Brasil (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)Entre 2014 e 2016, este tipo de crime saltou para 9,8 mil incidências

Roubos de carga aumentam em 67,5% no Rio de Janeiro, aponta Federação Nacional de Seguros Gerais. Entre 2014 e 2016, este tipo de crime saltou para 9,8 mil incidências.

A estimativa é que, este ano, o total chegue a 12 mil, com um prejuízo à economia do Estado de R$ 800 milhões.

O presidente da Federação do Transporte de Cargas do Rio de Janeiro, Eduardo Rebuzzi, cobrou uma ação efetiva das forças de segurança: “nós já colocamos tudo. Escolta, gerenciamento de risco, seguro. A gente não pode fazer mais nada. O que a gente vai fazer agora é tirar o caminhão, não tem mais o que fazer”.

Entidades ligadas ao setor não desconsideram haver uma crise de desabastecimento caso os roubos de carga continuem neste ritmo acelerado no Estado.

Cerca de 380 homens da Polícia Rodoviária Federal reforçam o policiamento nas rodovias federais que cortam o Estado do Rio de Janeiro.

*Informações do repórter Felipe Palma