Engavetamento em São José dos Pinhais deixa ao menos 8 mortos e 22 feridos

Acidente envolveu 22 veículos e causas ainda estão sendo apuradas pela polícia

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2020 07h18 - Atualizado em 03/08/2020 07h59
Cícero Bittencourt/RPCAcidente causou ao menos 8 mortes em São José dos Pinhais

Um grave acidente envolvendo 22 veículos deixou ao menos 8 mortos e 22 feridos na BR-277, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O engavetamento ocorreu por volta das dez e meia da noite deste domingo, na altura do quilômetro 77 da Rodovia que liga Curitiba ao Porto de Paranaguá. Informações iniciais são de que o acidente teria ocorrido devido à baixa visibilidade no local por causa da fumaça provocada por uma queimada ao lado da rodovia. De acordo com o Corpo de Bombeiros, se envolveram na colisão cinco motocicletas, 16 veículos leves, incluindo uma viatura da Polícia Militar, e um caminhão.

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros, do Samu e da Ecovias, administradora da rodovia, foram acionados para socorrer as vítimas.
Agentes da própria concessionária, da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal interditaram o trecho, para os trabalhos dos socorristas, o que gerou grande congestionamento. Foram empregadas 10 ambulâncias, sendo 8 do Corpo de Bombeiros, uma do Samu e outra da concessionária, além de três caminhões de combate a incêndio e resgate e 15 viaturas policiais, entre PM, PRF, bombeiros e técnicos do Instituto de Criminalística.

Sete pessoas morreram na hora e outras 23 foram socorridas ao Hospital Universitário Cajuru, em São José dos Pinhais, e outros hospitais da região, duas delas em estado grave – uma acabou não resistindo ao atendimento. O Comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, Coronel Samuel Prestes, classificou a situação encontrada pelas equipes de resgate a um cenário de guerra. “Rapidamente montamos o cenário, que podemos dizer de guerra, aplicamos a doutrina de atendimento de múltiplas vítimas e foram encaminhadas ao hospital. Essa mobilização proporcionou que pudéssemos localizar as vítimas e procuramos melhorar a sobrevida das vítimas.”

Por volta da uma e meia da madrugada desta segunda-feira, os bombeiros aguardavam o trabalho do Instituto de Criminalística para que os veículos pudessem ser retirados da pista, e a rodovia, liberada. Informações ainda não confirmadas dão conta de que o engavetamento teria ocorrido após um acidente inicial entre uma motocicleta e o carro da PM. Após a colisão, motoristas que vinham logo atrás começaram a parar no acostamento ligar o pisca alerta. No entanto, o condutor do caminhão, sem enxergar os demais veículos por conta da fumaça, em alta velocidade, acabou atingindo todos os outros veículos que estavam parados na frente e que foram arremessados uns sobre os outros.

Várias pessoas começaram a chegar no local por volta da meia-noite em busca de informações sobre os feridos e mortos no acidente.
Segundo o coronel Samuel Prestes, as verdadeiras causas do acidente ainda serão apuradas. “O que  aconteceu em cada uma das fatalidades será extensamente investigado pela PRF o  que a gente falar aqui agora é especulação. O que temos de informação é que temos uma área na pista alagada que estava queimando a vegetação.” As pistas da BR-277 no local do acidente permaneceu interditada até o início desta manhã

*Com informação do repórter Paulo Edson Fiore