Entrada de venezuelanos no Brasil não será proibida, afirma Temer

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2018 07h01 - Atualizado em 11/12/2018 09h02
Antonio Cruz/ Agência BrasilApós evento no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (10), Temer ressaltou que a política de acolhimento aos refugiados será mantida

O presidente Michel Temer rebateu o interventor de Roraima, o governador eleito, Antônio Denarium, e disse que não haverá restrição à entrada de venezuelanos no Brasil.

Em entrevista à GloboNews, no domingo (09), o novo interventor afirmou que faria um trabalho conjunto com o Governo federal para limitar o ingresso dos estrangeiros. No entanto, após evento no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (10), Temer ressaltou que a política de acolhimento aos refugiados será mantida.

A intervenção federal em Roraima começou oficialmente nesta segunda-feira, e Antônio Denarium foi nomeado interventor, em decreto publicado no Diário Oficial da União. Ele terá o controle da administração estadual até o dia 31 de dezembro e estará subordinado à Presidência da República.

Apenas no dia seguinte, tomará posse como governador. Em reunião no Palácio Senador Hélio Campos, Antônio Denarium se encontrou com a governadora afastada, Suely Campos. Para ele, assumir o Estado neste momento é um grande desafio.

Nesta terça-feira (11), Antônio Denarium irá se encontrar com o presidente Michel Temer em Brasília para discutir os detalhes da intervenção. O governador eleito também deve se reunir com o futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro