Esplanada e Prainha concentram atrações no Réveillon de Brasília

  • Por Jovem Pan
  • 31/12/2019 06h59 - Atualizado em 31/12/2019 09h39
Toninho Tavares/Agência BrasíliaCusto total das festas, que devem receber 50 mil pessoas, será de R$ 2 milhões

A Esplanada dos Ministérios recebe os últimos preparativos para o Réveillon. Desde a última quinta-feira (26), equipes do governo local trabalham na instalação de palcos, iluminação, grades de isolamento e tendas de alimentação e artesanato.

No palco principal, a grande atração é o cantor sertanejo Luan Santana, que começa a cantar às 23h20, comanda a contagem regressiva para a virada e encerra o show à 00h30. O cachê do artista será de R$ 510 mil. No restante da festa, que começa às 20h40 e vai até 2h, quem comanda são artistas locais, como o tradicional bloco de carnaval Eduardo e Mônica, que homenageia o Legião Urbana.

O metrô vai funcionar excepcionalmente até às 2h para que moradores de cidades-satélite possam voltar para casa ao final das comemorações. O serviço de ônibus terá frota reforçada a partir das 21h em direção à Esplanada.

Outro palco tradicional das festividades de ano novo, a Praça dos Orixás, também conhecida como Prainha, tem programação a partir das oito da manhã de hoje. O local é ponto de encontro de adeptos das religiões de matriz africana, mas também atrai o público geral.

A atração principal é o sambista Dudu Nobre, que se apresenta de 1h às 2h e vai receber R$ 145 mil. Conjuntos locais de samba, hip hop e pagode também se apresentam. Tanto na Esplanada como na Prainha, a queima de fogos deve durar 15 minutos.

De acordo com o governo do Distrito Federal, o custo total das festas será de R$ 2 milhões. A expectativa, somando os dois pontos de encontro, é receber 50 mil pessoas.

*Com informações do repórter Levy Guimarães