Estado de SP intensifica vacinação contra a febre amarela no litoral sul e Vale do Ribeira

  • Por Jovem Pan
  • 16/02/2019 09h14
Rovena Rosa/Agência BrasilApós a Organização Mundial da Saúde alertar para a possível terceira onda de surto de febre amarela no país, o Ministério da Saúde reforçou a recomendação da vacina

O secretário estadual de Saúde afirmou que São Paulo busca imunizar cerca de 95% da população contra a febre amarela. José Henrique German Ferreira lembrou que a letalidade da doença é maior do que a da dengue.

Desde o começo do ano, o Estado contabilizou cerca de 5 mil casos de dengue, com dois óbitos. Já da febre amarela foram notificados cerca de 30, no entanto, foram 8 óbitos.

O secretário lembrou que, neste caso, a vacina é muito importante para evitar mais mortes, e por isso, o Estado intensificou a vacinação, principalmente no litoral sul e na região do vale do Ribeira.

Após a Organização Mundial da Saúde alertar para a possível terceira onda de surto de febre amarela no país, o Ministério da Saúde reforçou a recomendação da vacina contra a doença para as pessoas que moram ou pretendem viajar para o Sul e o Sudeste do Brasil.

O aviso foi feito, após a confirmação de cerca de 36 casos entre São Paulo e Paraná. A vacina contra a febre amarela leva dez dias para garantir proteção efetiva e é indicada para pessoas a partir dos nove meses de idade até 59 anos, que nunca tenham se vacinado ou sem comprovante de vacinação.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro