Estudante de Direito que ameaçou matar ‘negraiada’ em vídeo é indiciado por crime racial

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2018 06h20 - Atualizado em 01/11/2018 06h21
Reprodução"Louco para ver um vadio vagabundo de camiseta vermelha para matar logo. Essa negraiada vai morrer”, disse o estudante em vídeo divulgado na internet

A Polícia Civil indiciou o estudante de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Pedro Baleotti, de 25 anos, por crime racial.

No último domingo (28), quando estava indo votar, ele fez um vídeo de dentro do carro dizendo: “indo votar armado com faca, pistola, o diabo. Louco para ver um vadio vagabundo de camiseta vermelha para matar logo. Essa negraiada vai morrer”.

Segundo a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, o estudante de Direito vai responder pelas penas incluídas no artigo 20 da lei do crime racial. Ele pode ser condenado a dois ou até cinco anos de prisão, além de pagar uma multa.

Pedro Baleotti, natural de Londrina, afirmou que não é racista, nem preconceituoso muito menos violento. Ele pediu perdão pelos sentimentos que causou nas pessoas que se sentiram ofendidas e ameaçadas.

Revoltados, muitos alunos do Mackenzie fizeram um protesto exigindo a expulsão dele. A faculdade suspendeu Pedro por cinco dias e divulgou uma nota afirmando que tais opiniões e atitudes são veementemente repudiadas.

*Informações do repórter Victor Moraes