Estudo da FGV mostra queda no valor disponível para financiamento de imóveis

  • Por Jovem Pan
  • 17/10/2018 07h57
Oswaldo Corneti/ Fotos PúblicasDiante de uma estimativa de nove milhões de moradias nos próximos dez anos, podem faltar R$ 38 bilhões para o setor

Estudo da Fundação Getúlio Vargas aponta que o financiamento de imóveis está ameaçado.

Diante de uma estimativa de nove milhões de moradias nos próximos dez anos, podem faltar R$ 38 bilhões para o setor, grande parte via FGTS, dentro do plano de R$ 50 bilhões em média por ano.

A professora Ana Maria Castelo lembrou que o FGTS já apresenta problemas para captação, em razão da crise econômica.

Nos próximos 10 anos, a demanda por habitação depende deR$ 240 bilhões, dos quais R$ 72 bilhões do FGTS, avalia o estudo da FGV para a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias.

No ano passado, o Brasil tinha 73 milhões de famílias e uma carência de oito milhões de imóveis, 92%, na faixa de até três salários-mínimos.

*Informações do repórter Marcelo Mattos