EUA confirmam conversas com Venezuela para afastar Maduro: ‘dias contados’

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2019 08h58
EFENegociações estariam acontecendo pelas costas do presidente; Maduro desmentiu

A porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Morgan Ortagus, confirmou, nesta quarta-feira (21), que os encontros entre lideranças dos Estados Unidos e o governo da Venezuela têm como objetivo tirar Nicolás Maduro do poder. De acordo com ela, as pessoas mais próximas do ditador estão preocupadas com a situação do país e sabem que “os dias de Maduro estão contados”.

A informação tinha sido divulgada horas mais cedo pelo conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, no Twitter. Ele ainda garantiu que as negociações acontecem pelas costas do líder venezuelano.

A declaração contradiz o que foi anunciado por Maduro na segunda-feira (19), que alegou estar ciente dos diálogos. Donald Trump também confirmou os encontros, mas nenhum dos chefes de Estados deu detalhes precisos do teor das discussões.

Os representantes da Casa Branca teriam se reunido com Diosdado Cabello, considerado o líder venezuelano mais poderoso depois de Maduro.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, chamou o ditador de “torpe” por tentar convencer o mundo de que autorizou as conversas com Trump. Para Guaidó, essa é uma tentativa do chavista de mostrar que tem controle sobre a situação.

Estados Unidos e Venezuela não mantém embaixadores atuando entre si desde 2010.

*Com informações do repórter Renan Porto