EUA redefinem limites de pressão arterial, e agora quase 50% da população é hipertensa

  • Por Jovem Pan
  • 16/11/2017 09h09 - Atualizado em 16/11/2017 11h46
Secretaria Municipal de Saúde (SMS)Por causa dessa alteração, agora quase metade da população americana é considerada hipertensa

Os Estados Unidos redefiniram a hipertensão arterial para 130/80. Até agora, o país só considerava hipertensão arterial leituras acima de 140/90.

Por causa dessa alteração, agora quase metade da população americana é considerada hipertensa. Antes, 32% dos americanos tinham hipertensão, que é a segunda principal causa de doença cardíaca e acidente vascular cerebral, só perde para o tabagismo.

A mudança foi anunciada em uma conferência da Associação Americana do Coração, na Califórnia, nessa semana. Mas não foi a primeira vez que esse índice é revisto pelos médicos americanos.

O que deixa todo mundo por aqui um pouco na dúvida, até mesmo quem é especialista no assunto, como o cardiologista Nabil Ghorayeb: “esses novos valores que foram colocados deixam a gente em saia justa, porque se não seguir, será que estou fazendo coisa errada? Se seguir, será que estou favorecendo a indústria farmacêutica?”.

O que não é dúvida para ninguém é que os hábitos de uma alimentação saudável, com menos sódio e menos gordura, por exemplo, ajudam e muito a diminuir os riscos à saúde.

*Informações do repórter Caio Rocha