Ex-marido é principal suspeito de encomendar morte de corretora no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2018 08h29
PixabaySegundo as investigações, Pedro Paulo pode ter sido o mandante do crime, e o primo dele, Paulo Maurício Barros Pereira, pode ter sido o executor

Ex-marido de corretora assassinada na Barra da Tijuca é o principal suspeito do crime. A Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta quinta-feira (16), a prisão de Pedro Paulo Barros Pereira Jr, ex-marido de Karina Garofalo, de 44 anos, assassinada na frente do filho, de oito anos, no dia anterior.

Segundo as investigações, Pedro Paulo pode ter sido o mandante do crime, e o primo dele, Paulo Maurício Barros Pereira, pode ter sido o executor.

As motivações para o crime são investigadas, que tem duas linhas. Uma delas é uma disputa milionária patrimonial na Justiça por conta do divórcio de Pedro Paulo com a corretora e, também, o fato de ele estar enciumado com o fim do relacionamento.

Karina teria se envolvido em novo relacionamento despertando a ira do ex-marido. O atual namorado disse à Polícia que ela vinha brigando sucessivamente com o ex-marido, mas jamais fez nenhum tipo de ameaça de morte.

*Informações do repórter Rodrigo Viga