Exército tenta realocar venezuelanos desabrigados em Boa Vista

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2018 10h36 - Atualizado em 07/05/2018 10h36
Marcelo Camargo/Agência BrasilRefugiados venezuelanos são abrigados em instalações provisórias em Boa Vista

Em uma nova operação do Exército Brasileiro, mais de 800 venezuelanos foram realocados em Boa Vista, capital de Roraima.

Os refugiados foram divididos em dois abrigos temporários, onde há uma ala para homens, outra para mulheres e barracas para famílias.

O assessor de comunicação da força-tarefa logística humanitária explica que as instalações representam apenas uma medida rápida para retirar as pessoas das más condições de habitação da praça Simon Bolívar.

Segundo o coronel Fontes, as duas estruturas serão desmontadas em breve.

“Eles vão ficar nesses abrigos temporários enquanto aguardam vagas em abrigos existentes ou em construção”, disse, informando que serão construídos mais três abrigos.

Na operação deste domingo (6), as mais de 840 pessoas que habitavam a praça Simon Bolívar foram cadastradas, imunizadas e receberam kits de higiene pessoal.

Com a realocação destes refugiados, o coordenador da força-tarefa humanitária, general Eduardo Pazuello, acredita que a cidade de Boa Vista retornará à normalidade.

“Com a desocupação da praça (…), diminui a sensação na cidade de pessoas pedintes ou oferecendo algum serviço de maneira mais agressiva”, classificou o membro do Exército.

Nos abrigos, eles têm a responsabilidade de manter o local limpo e de auxiliar na preparação de alimentos. Além disso, voluntários dão aulas de português, leis e geografia brasileiras e quais são os direitos deles como imigrantes.

Os três destinos mais comuns destes refugiados são: o retorno para a Venezuela, a espera por uma vaga no processo de interiorização ou a colocação no mercado de trabalho.

Conforme anunciado pela prefeitura de Boa Vista, a praça que abrigou diversos venezuelanos começa a ser preparada para uma reforma nos próximos meses.

Assista à matéria de Nanny Cox ao Jornal da Manhã: