Faturamento da indústria cai pelo segundo mês consecutivo em março, afirma CNI

Taxa de redução foi de 0,4% na comparação com fevereiro e de 6,4% em relação ao mesmo mês no ano de 2021

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2022 07h11 - Atualizado em 10/05/2022 12h28
Leandro Ferreira/Estadão Conteúdo Trabalhador da indústria Indústria sofre com resultados negativos da economia brasileira

O faturamento real da indústria caiu 0,4% em março de 2022 na comparação com fevereiro. A queda corresponde a 6,4% com relação a março de 2021. Os dados são da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e mostram que é o segundo mês consecutivo de queda no faturamento da indústria brasileira. A pesquisa da CNI também mostra que, em março, o emprego e as horas trabalhadas se mantiveram estáveis. Essa estabilidade somada ao contexto de inflação elevada compõe um cenário de queda da massa salarial real.

Segundo a especialista em políticas públicas da CNI, o rendimento médio também apresentou queda. “No caso do emprego, ele vinha apresentando uma recuperação desde o segundo semestre de 2020, após o primeiro impacto imposto pela pandemia. E, agora, nos primeiros meses de 2022, vem apresentando uma perda desse ritmo de recuperação. Então, o emprego já acumula o segundo mês consecutivo de estabilidade. Por conta também do contexto de inflação elevada, o faturamento real apresentou queda, assim como a massa salarial”, diz. Ainda assim, quando comparado com março do ano passado, o nível de emprego este ano é 2,7% maior.

*Com informações da repórter Iasmin Costa