Faturamento de setor eletroeletrônico deve ficar estável em 2019

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2019 07h20
PixabayFaturamento deve ser de R$ 154 bilhões

A indústria eletroeletrônica deve fechar 2019 com R$ 154 bilhões de faturamento, registrando uma alta de 5% na comparação com o ano passado. De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato, porém, esse crescimento não é real.

“No caso das exportações, ainda não chegou a refletir. Nós não tivemos um crescimento das exportações, o que seria natural acontecer a partir da desvalorização do real. O que aconteceu, efetivamente, é que, como nós temos uma dependência de insumos importados bastante considerável, evidentemente isso acabou sendo repassado aos preços dos produtos – tanto é que a inflação do setor foi de 5%. por isso que esse ano, eu costumo dizer, nós andamos de lado. Nós crescemos em termos de faturamento 5%, com inflação de 5%, na realidade nós não crescemos”, explicou.

Mesmo assim, Barbarto pondera que o setor continua gerando empregos. “Isso é porque nós temos uma dependência de produtos importados muito grande, entretanto, ainda assim, felizmente estamos com quase 240 mil empregos diretos, o que demonstra que essa indústria, com todas essas dificuldades que aconteceram de 2013 para cá, ainda assim estamos conservando um contingente de empregos diretos bastante considerável”, comemorou.

De acordo com ele, 2020 deve registrar resultados melhores, com crescimento de até 5%. Em 2019, porém, a produção da indústria eletroeletrônica em deve manter o mesmo nível do ano passado; com pequena alta na utilização da capacidade instalada para 75%.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos