Fazenda deflagra operação de fiscalização em empresa do setor de fumo; fraude é estimada em R$ 60 mi

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2018 06h20
PixabayA suspeita foi levantada em 2016, quando a empresa alterou a forma de venda para mais de 19 mil clientes localizados no Estado de São Paulo

A Secretaria da Fazenda deflagrou nesta segunda-feira (18) operação de fiscalização sobre uma empresa do setor de fumo e tabaco. Segundo investigações, há possível simulação de operações interestaduais, que teria causado prejuízo de cerca de R$ 60 milhões ao cofre paulista em apenas dois anos.

Trinta agentes fiscais foram mobilizados em centros de distribuição e postos de abastecimento da empresa nas cidades de São José dos Campos, Campinas, Ribeirão Preto, Bauru e Presidente Prudente.

Houve apoio da das polícias Civil e Militar na busca de elementos que comprovem a suposta fraude, inclusive com a apreensão de mercadorias.

A suspeita foi levantada em 2016, quando a empresa alterou a forma de venda para mais de 19 mil clientes localizados no Estado de São Paulo. As mercadorias que anteriormente eram comercializadas pelos centros de distribuição paulistas, passaram a ser vendidas de sua unidade atacadista em Minas Gerais para pequenos e médios varejistas paulistas, deixando de recolher o imposto correspondente a São Paulo.

Outro ponto que reforçou os indícios de simulação é o fato de o Estado de Minas Gerais ter concedido em 2017, exatamente um ano após a alteração no comportamento de vendas da empresa, benefício fiscal para fabricantes de cigarro baseado em metas de incremento de operações a partir daquele Estado.

Caso comprovada a fraude, a empresa poderá ser autuada pelas infrações.

*Informações do repórter Fernando Martins