Feriado prolongado em SP terá bancos abertos e veto a turistas no litoral  

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2020 06h17 - Atualizado em 20/05/2020 08h36
Fábio Vieira/Estadão ConteúdoO juiz Rafael Vieira Patara determinou que o estado feche os acessos a cidades do litoral sul

A Assembleia Legislativa de São Paulo vota na quinta-feira (21) a antecipação do feriado de 9 de Julho para a próxima segunda-feira, dia 25 de maio. Os deputados aprovaram o regime de urgência ao projeto do governador João Doria.

Nesta quarta (20), o texto passará pelas comissões da Casa para a discussão pelo plenário virtual da Alesp.

Na capital, o feriado prolongado começou nesta quarta-feira, com a expectativa de seguir até segunda-feira, após a decisão da Assembleia Legislativa, para aumentar o isolamento social e evitar o colapso no sistema de saúde.

Nesta terça, o isolamento social em São Paulo atingiu 49%. Na região metropolitana, o presidente do Consórcio do Grande ABC, o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, explica que não houve consenso na reunião com os 39 municípios e o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

“Os dois grandes fatores foram: não houve comunicação da capital com a Região Metropolitana e que essa semana é pagamento da Caixa. Ficou determinado que iremos antecipar Corpus Christi na sexta (22) e o estadual na segunda (25) na nossa região.”

Ou seja, feriado na sexta em: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

A Febraban, Federação Brasileira de Bancos, ressalta que as agências vão funcionar normalmente nesta quarta e na quinta-feira, e também a continuidade do crédito, da segunda parcela do auxílio emergencial.

O diretor do Procon de São Paulo, Fernando Capez, explica como ficam os boletos nesse período em São Paulo.

“Todas as dívidas que iam vencer na quarta ou quinta, prorroga-se para o primeiro dia útil seguinte. Ou seja, vencerá na sexta-feira não podendo ser cobrado nenhum juro.”

Mas sexta é ponto facultativo em São Paulo. “É preciso tomar muito cuidado porque ponto facultativo não é feriado. Se vence sexta, tem que ser pago naquele dia se não passam a correr juros de mora.”

A Superintendência da Polícia Federal não abrirá ao público, desta quarta até a segunda-feira. No dia 22 de maio, sexta-feira, o serviço de passaportes continuará a entregar os documentos ao público e emitir passaportes apenas em situações de emergência, das 10 às 15 horas.

A Federação do Comércio de São Paulo considera importante as medidas, mas cobra ações mais ostensivas do Poder Público diante de um prejuízo de R$ 44 bilhões  na quarentena e a liberação de R$ 650 milhões em crédito pelo Governo do Estado.

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes defende os feriados

O juiz Rafael Vieira Patara, da 3ª Vara do Foro de Itanhaém, determinou que o estado feche os acessos ao litoral nas cidades de Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, Itariri e Pedro de Toledo entre os dias 20 e 25 de maio.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos