FHC critica política externa atual e defende saída multilateral no conflito entre Israel e Palestina

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2019 07h26
Rodrigo Ramon/Jovem PanFHC entende que o momento é de fortalecer setores que estão fracos no Brasil, como a educação, ciência e tecnologia

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou nesta terça-feira (02) a possibilidade de transferência da embaixada do Brasil em Israel para Jerusalém. Durante evento em São Paulo, FHC reforçou a tese defendida pelo presidente em exercício, general Hamilton Mourão, de que a abertura de um escritório comercial em Israel é uma solução intermediária.

O tucano participou de uma palestra sobre a economia latino-americana com o ex-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Enrique Iglesias.

Fernando Henrique Cardoso defendeu uma saída multilateral para o conflito entre Israel e Palestina e disse que o Brasil sempre apoiou a solução de dois estados na região: “para que acender uma lamparina em lugar iluminado por guerras internas profundas? Não temos meio para resolver certas questões. Quando não se tem meio, é melhor não se meter a balão”.

Instado a falar sobre a crise na Venezuela, o ex-presidente disse que o problema não pode ser resolvido facilmente: “o que está acontecendo na Venezuela é lastimável e pode acontecer briga entre Rússia, americanos e Venezuela”.

FHC entende que o momento é de fortalecer setores que estão fracos no Brasil, como a educação, ciência e tecnologia. De acordo com o ex-presidente, essas questões são as que mais importam agora.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro