Fio desencapado pode ter causado morte de jovem durante Carnaval em SP, aponta laudo

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2018 07h30 - Atualizado em 20/04/2018 07h30
ReproduçãoEle foi eletrocutado em 4 de fevereiro, no Carnaval deste ano, ao pular uma grade de proteção e encostar em um poste da CET, onde havia duas câmeras instaladas para monitorar os foliões

Laudo do Instituto de Criminalística apontou que a presença de um fio desencapado pode ter sido a causa da morte de Lucas Antônio Lacerda Silva, de 22 anos.

Ele foi eletrocutado em 4 de fevereiro, no Carnaval deste ano, ao pular uma grade de proteção e encostar em um poste da CET, onde havia duas câmeras instaladas para monitorar os foliões.

O documento do IC apontou “falha no isolamento” elétrico de um desses equipamentos instalados na esquina da rua Matias Aires com a avenida Consolação, na região central da cidade.

O Instituto de Criminalística afirmou ainda que uma dessas câmeras tinha “cabos elétricos seccionados no interior da caixa de proteção”.

Para os técnicos, a falta de isolamento seria “resultante de descuido e desrespeito às normas técnicas” e pode ter energizado a caixa e o poste metálico onde o jovem encostou.

A Polícia Civil afirma que a informação pode ajudar a esclarecer a morte, mas não é o único elemento para explicar a tragédia e vai continuar investigando o caso. Em nota, a Prefeitura de São Paulo afirmou que desconhece o teor do laudo e aguarda o fim das investigações para adotar medidas necessárias.

*Informações da repórter Ana Flávia Oliveira