Fiscalização do TCESP identifica irregularidades em merendas de 250 escolas

  • Por Jovem Pan
  • 18/08/2017 08h14 - Atualizado em 18/08/2017 12h03
Os auditores do TCE identificaram alimentos fora do prazo de validade, latas de comida enferrujadas, goteiras e pombos nos refeitórios que recebem alunos

Uma fiscalização surpresa do Tribunal de Contas do Estado identificou diversas irregularidades nas merendas de escolas estaduais e municipais de São Paulo.

Ao todo, 250 escolas paulistas apresentaram irregularidades, incluindo seis unidades na capital paulista.

Os auditores do TCE identificaram alimentos fora do prazo de validade, latas de comida enferrujadas, goteiras e pombos nos refeitórios que recebem alunos.

Mais de 23% das 250 instituições das cidades paulistas apresentaram irregularidades na armazenagem dos alimentos.

Só em uma escola da cidade de São Paulo, foram encontradas mais de três mil unidades de bebida láctea próximas do vencimento.

Em uma outra unidade, a fiscalização encontrou sacos de feijão vencidos há dois meses e hortaliças sem refrigeração.

Ao todo, foram encontrados produtos vencidos em 12 escolas

Mais de 80% das instituições visitadas estavam com o alvará da Vigilância Sanitária vencido.

O TCE também aponta que mais de 90 por cento das escolas visitadas não possuem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

Também foram flagrados extintores de incêndio vencidos e hidrantes sem mangueiras.

Essa foi a quinta fiscalização-surpresa realizada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo neste ano.

O TCE aponta também que outras três vistorias em áreas consideradas prioritárias serão executadas até o final do ano.

*Informações do repórter Bruno Escudero