Fisioterapeutas se reinventam em meio à pandemia da Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2020 08h02
A recomendação é que os idosos e as pessoas que se enquadram no grupo de risco da Covid-19 façam a consulta online

Em abril deste ano o administrador Marcelo Pedro foi diagnosticado com capsulite, um problema que dificulta a articulação do ombro. Como o Brasil ainda estava nas primeiras semanas da pandemia do coronavírus, a clínica onde ele faria a fisioterapia estava fechada.

Apesar de ter ficado um pouco receoso, já que a o tratamento tradicionalmente exige a presença física, ele encarou fazer os procedimentos online. Três meses depois, Marcelo já recebeu alta e diz ter ficado surpreso com o resultado. No entanto, para fazer a teleconsulta, os os profissionais de fisioterapia tiveram que se adaptar.

Segundo o fisioterapeuta esportivo Renato Soliaman, a maior dificuldade foi a limitação de equipamentos. Mas agora, com a adaptação, a teleconsulta deve deve continuar mesmo depois da pandemia e da reabertura de algumas clínicas. É o que avalia o diretor do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional de São Paulo, Eduardo Filoni.

A recomendação é que os idosos e as pessoas que se enquadram no grupo de risco da Covid-19 façam a consulta online. Para quem for fazer o tratamento presencialmente, o uso da máscara e a higienização do local são essenciais.

*Com informações da repórter Nicole Fusco