Flagrado por radar inteligente com veículo roubado, suspeito morre em confronto com PMs em SP

  • Por Jovem Pan
  • 28/09/2017 06h03
Rodrigo Vítor da Silva, de 29 anos, foi flagrado por um radar inteligente no início da madrugada desta quinta-feira (28)

Suspeito morre em troca de tiros com policiais militares após perseguição na Marginal do Tietê, na região do Bom Retiro, Centro de São Paulo. Rodrigo Vítor da Silva, de 29 anos, foi flagrado por um radar inteligente no início da madrugada desta quinta-feira (28) quando circulava pela cidade em um Fox, preto, com queixa de roubo.

Após o alerta do equipamento, o Copom avisou as equipes em patrulhamento, e o Volkswagen foi localizado na Marginal do Pinheiros. O motorista não atendeu a ordem de parar e deu início à perseguição que envolveu equipes de dois batalhões da PM, o Quarto e o Décimo Terceiro.

Na fuga, ele adentrou a Marginal do Tietê e seguiu rumo à Zona Leste, mas acabou cercado na pista expressa, 300 metros após a Ponte da Casa Verde.

Mesmo assim, Silva, que já tinha passagem por roubo e resistência à prisão, ainda tentou descer pela porta do passageiro e fugir a pé enquanto atirava contra os policiais. Mas, no revide, ele acabou sendo baleado e morreu no local. Nenhum policial foi ferido no confronto.

O caso foi comunicado ao delegado plantonista no Segundo Distrito Policial, do Bom Retiro, e registrado no DHPP, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore