Flávio Bolsonaro presta depoimento sobre esquema de ‘rachadinha’ na Alerj

  • Por Jovem Pan
  • 08/07/2020 07h19 - Atualizado em 08/07/2020 08h06
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoO parlamentar foi ouvido por videoconferência pelos promotores fluminenses. O objetivo, segundo a defesa, é restabelecer a verdade

O senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República Jair Bolsonaro, prestou depoimento na terça-feira (7) no âmbito das investigações sobre possíveis esquemas de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Novamente, ele negou que tenha cometido qualquer tipo de irregularidade durante o período em que foi deputado estadual no Rio de Janeiro. O depoimento aconteceu um ano e meio depois que o caso das possíveis irregularidades aconteceu.

O parlamentar foi ouvido por videoconferência pelos promotores fluminenses. O objetivo, segundo a defesa, é restabelecer a verdade. Na oitiva, o Flávio Bolsonaro, reafirmou que não praticou qualquer tipo de irregularidade e que acredita na Justiça brasileira. O depoimento começou pouco depois das 14h e durou algumas horas. Após o depoimento, ficou definido que a esposa de Flávio não será mais ouvida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

O caso da rachadinha da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro surgiu no fim de 2018, durante a operação Furna da Onça. Relatórios identificaram movimentações financeiras atípicas em mais de vinte gabinetes da Assembleia. Pelas contas do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, foram movimentos cerca de R$ 1,2 milhão entre 2016 e 2017.

Queiroz segue preso no Complexo do Bangu, no Rio de Janeiro. Nas últimas horas, a defesa do ex-assessor encaminhou ao Superior Tribunal de Justiça um pedido de habeas corpus. A esposa de Queiroz, que está com prisão decreta, segue foragida.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga