Fomento de R$ 200 mi na Habitação de SP vai gerar 15 mil moradias, emprego e renda

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2020 08h11
Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

O secretário da Habitação do Estado de São Paulo, Flávio Amary, anunciou a liberação de recursos para a emissão do cheque moradia, que vai fomentar com R$ 200 milhões na construção de mais de 15 mil unidades em 24 municípios.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, Amary explicou que a ação acontece dentro do Programa Nossa Casa, anunciado no fim de 2019, e prevê a construção de unidades de moradia com ajuda através de subsídio complementar. “Além de realizar o sonho de cerca de 60 mil pessoas de ter a casa própria, vamos gerar emprego e renda.”

Apenas para a cidade de São Paulo o investimento vai ser de R$ 39 milhões. De acordo com Flávio Amary, o Programa busca atender a população carente que nunca teve atendimento habitacional e tem renda de até 3 salários mínimos.

Amary destacou que, no cenário da pandemia, essas atitudes são importantes. “Temos ações importantes na CDHU para flexibilizar as coisas aos que perderam a renda ou o emprego com a pandemia. O objetivo do governo João Doria é atender famílias carentes, tirá-las da área de risco e urbanizar as comunidades.”

Ele destacou que a indústria da Construção Civil, durante a pandemia da covid-19, não parou. Segundo ele, as únicas paralisações foram dos estandes de vendas e imobiliárias — que já retomam as atividades na Fase 2 do plano de reabertura.

“A queda nas vendas é natural, mas não só em São Paulo. Isso acontece no mundo. O inimigo da economia é a pandemia, o vírus. Mas não paramos: temos mais de 40 mil unidades em construção hoje, além dos 15 mil que serão fomentados pelo cheque moradia”, finalizou.