França confirma convite para ex-comandante da PM entrar para política

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2020 09h18
Alice Vergueiro/Estadão ConteúdoO ex-governador de São Paulo, Márcio França, diz que seria uma honra ter o ex-comandante da Polícia Militar na campanha eleitoral

O ex-governador de São Paulo, Márcio França, diz que ex-comandante da Polícia Militar tem vontade de seguir na carreira política e seria um nome forte para pleito.

O coronel Marcelo Vieira Salles pediu demissão do cargo de chefia da PM na semana passada. Desde então, Salles tem sido sondado por partidos políticos que visam emplacar o oficial nas eleições municipais de São Paulo.

À Jovem Pan, o ex-governador Márcio França, no entanto, nega ter falado diretamente com o coronel. “Eu teria muita honra de tê-lo conosco na campanha. Mas ele não me disse nada, sei que ele tem vontade, seria um excelente nome.”

Salles foi alçado ao posto de comandante-geral pelo próprio Márcio França, em 2018. Na ocasião, França era vice do ex-governador Geraldo Alckmin e promoveu a efetivação do coronel depois que o tucano saiu do governo para disputar a Presidência.

Questionado sobre a vontade de seguir carreira política, na semana passada, Salles esquivou. “Com relação à candidatura, eu não acho conveniente em falar sobre isso. Não é a hora de falar isso, tudo tem a sua hora.”

Interlocutores do oficial relatam que ele deve sair candidato à vereador na cidade de São Paulo pelo partido de Márcio França, o PSB.  A composição de uma chapa com o ex-governador também não é descartada.

Atualmente, Salles continua no comando da PM até que sua aposentadoria para a reserva seja protocolada.

*Com informações do repórter Leonardo Martins.