Frente Nacional dos Prefeitos expõe preocupação com extinção do Ministério das Cidades

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2018 06h55 - Atualizado em 01/11/2018 08h12
Leon Rodrigues/SECOMO prefeito de São Paulo, Bruno Covas, como representante da maior cidade do país, adiantou que a Frente fará reivindicações ao presidente eleito

A Frente Nacional dos Prefeitos está preocupada com a eventual extinção do Ministério das Cidades, que passaria a ser vinculado à Integração Nacional.

O presidente eleito Jair Bolsonaro quer realizar fusões e promete uma drástica redução no número de pastas, chegando à 15 no total.

Os líderes dos municípios pretendem discutir vários assuntos com o novo mandatário do país. O presidente da FNP e prefeito de Campinas, Jonas Donizetti (PSB) expôs o temor: “todas as grandes obras importantes para as cidades estão no Ministério das Cidades. Nos preocupa a extinção do Ministério, mas a gente quer entender um pouco melhor isso”.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, como representante da maior cidade do país, adiantou que a Frente fará reivindicações ao presidente eleito e elencou os principais pontos: “a gente reconhece o resultado das urnas, a vontade popular, deseja boa sorte ao presidente, temos vários pontos a serem discutidos com ele, em especial a retomada do desenvolvimento econômico, a conta da crise econômica que a gente vive, além da reforma tributária e previdenciária”.

A Frente Nacional de Prefeitos representa 60% da população, 65% do PIB, abrange todas as capitais e ainda cerca de 400 cidades com mais de 80 mil habitantes. Eles produziram um documento para entregar a Jair Bolsonaro.

*Informações do repórter Daniel Lian