Gantz rejeita encontro com Netanyahu e trava negociação sobre novo governo de Israel

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2019 08h35
EFEGantz e Netanyahu tentaram aproximação, mas não obtiveram sucesso

Em Israel, a formação de um governo entre os dois partidos mais votados nas eleições – Likud, do atual primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, e Azul e Branco, de seu opositor, Benny Gantz, está cada vez mais difícil de acontecer. Nesta terça-feira (1º), Gantz cancelou uma reunião em que as partes negociariam uma possível coalizão.

Ambos tentaram se aproximar para evitar a possibilidade de o país passar pela terceira eleição em menos de um ano, mas as negociações fracassaram e a probabilidade de a população voltar às urnas é grande.

Na semana passada, o presidente de Israel, Reuven Rivlin, deu a Netanyahu a tarefa de formar um novo governo dentro de cerca de um mês. Caso Netanyahu não consiga encontrar um meio termo, o presidente pode dar o cargo de primeiro-ministro a outra liderança ou convocar novas eleições.

Pivô da crise que levou Israel às segundas eleições em dois meses, o líder nacionalista Avigdor Lieberman, do partido Israel Nossa Casa, criticou Netanyahu e Gantz pela falta de consenso.

*Com informações do repórter Victor Moraes